468x60px

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Quais as diferenças entre Windows e o Linux?

Estamos falando de dois sistemas operacionais fantásticos, mas que como bons rivais tem lá suas grandes diferenças.

Diferenças que vão desde preço até certas funcionalidades que ambos apresentam. Essa comparação causa muita discussão no mundo da tecnologia.

A verdade é que apesar do Windows  ser disparado o sistema mais utilizado no mundo, tem adeptos que defendem com unhas e dentes o sistema Linux e jamais o abandonaria.

Eu mesmo tive uma experiencia um pouco frustante com o Linux, mas isso não me fez desistir de utiliza-lo, busquei mais informações sobre o sistema e depois de algum tempo estou familiarizado com o Software.

Quando eu comprei o meu primeiro PC no ano de 2005, eu era um iniciante na informática, adquirir um computador com o sistema operacional do Pinguim, e não conseguia colocar sequer um papel de parede, depois até conseguir, mas era bem mais difícil do que como eu havia aprendido num curso básico de informatica um ano antes, que usava o Windows como plataforma.

Agora vamos ao que importa. Visando esclarecer algumas dúvidas dos leitores, o Infotec Blog, vai listar algumas diferenças entre esses dois sistemas operacionais.

Qual a diferença entre Windows e Linux


# Sistema Windows 


O Windows é um sistema operacional da Microsoft, que como sabemos cobra para fornecer os seus serviços. Quase todos os softwares que rodam no Windows são pagos.

É disparado o sistema operacional mais usado do planeta. Para se ter uma ideia 95% de todos os computadores do Brasil rodam o Windows, sendo ele em varias versões, (XP, Vista, Seven, e mais recente o Windows 8).

O Windows representa mais da metade da receita da Microsoft, e após varias mudanças na plataforma o sistema se tornou mais fácil de usar.

Para quem utiliza os dois sistemas, é quase unanimidade dizer que o Linux oferece mais segurança para o usuário se comparado com o Windows.

Devido a grande utilização do Windows, existe muitos mais softwares disponíveis, além de jogos, Drives e outras ferramentas.

Citada como a maior diferença entre as duas plataformas, é o fato do Windows ser um software proprietário ou seja, poucos desenvolvedores tem acesso ao código fonte do sistema e só eles podem modificar, implementar e fazer melhorias no software.

Tem maior compatibilidade de softwares. Considerado mais vulnerável à vírus e outras pragas virtuais.

Requer atualizações constantes e necessita que o computador seja reiniciado com freqüência.


# Sistema Linux


O Linux foi desenvolvido pelo Finlandês Linus Torvalds, em 1991, na época ele era um jovem universitário que cursava Ciências da Computação.

O que mais diferencia o Linux dos outros sistemas é que ele tem o código fonte aberto, pode até não parecer grande coisa, mais isso faz uma grande diferença ou seja, qualquer um com conhecimento mais avançado em programação de computadores podem altera-lo deixando ao seu gosto.

A maioria das aplicações do Linux são disponibilizadas gratuitamente aos usuários. É considerado difícil de ser usado e a sua instalação requer certos conhecimentos técnicos.

A maioria dos usuários o consideram um sistema seguro, mas isso não quer dizer que ele não possa ser atacado, mas nesse atributo se destaca em relação ao rival.
Pode rodar por meses ou anos sem precisar ser reiniciado.

Em termo de disponibilidade de  softwares, o Linux deixa a desejar, apesar de ter vários programas disponíveis o Windows é muito superior nesse quesito.

Apesar de ser mais difícil de usar, o Linux é altamente personalizável. Todos os programas são organizados  por categoria.


# Conclusão

De forma resumida tentei repassar a vocês a minha experiencia com essas duas plataformas operacionais.

Atualmente eu utilizo os dois, talvez uso um pouco mais o Windows, mas posso dizer com certeza, que cada um tem suas vantagens e desvantagens, não permitindo que um ou outro seja descartado. 

Além de obter conhecimento, principalmente para os profissionais da área de informática, o uso das duas plataformas não faz mal a ninguém e ainda proporciona experiencias enriquecedoras
e agradáveis.

A minha intenção não é mostrar a melhor solução e sim informar as principais diferenças entre ambas, para que assim seja tomada a melhor decisão.

             Se você gostou deixe um comentário!


Leia também: