468x60px

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

A IBM em parceria com a AACD desenvolve aplicativo para medir a acessibilidade nas ruas do Brasil.

Em parceria com a AACD – Associação de Assistência à Criança Deficiente, a IBM está realizando um levantamento da acessibilidade das ruas brasileiras. Isso será possível através do aplicativo colaborativo Rota Acessível, que permite a participação da população no mapeamento das ruas.

O app está disponível inicialmente para IOS e futuramente também estará para a plataforma Android, é gratuito e de fácil utilização. 

A solução desenvolvida pelo Laboratório de Pesquisas da IBM Brasil possui georeferenciamento, que permite a localização automática do usuário no momento em que ele usa o aplicativo.

De maneira rápida, o cidadão seleciona a área na qual ele pretende cadastrar seu relato: localização, disponibilidade e conservação de vagas especiais, além de condições das calçadas, faixas de pedestres, guia rebaixada, iluminação pública, semáforo de pedestres e presença de sinalizações tátil e visual.

Após selecionar o tópico, basta adicionar uma foto para possibilitar a visualização da informação, comprovando os dados incluídos no aplicativo. Todos os usuários terão acesso aos dados inseridos no Rota Acessível, podendo acompanhar a evolução e os gráficos gerados pela ferramenta.

Foram utilizadas tecnologias de mobilidade, análise de dados e colaboração para disponibilizar mais inteligência e informação às cidades e à sociedade. Todas estas soluções associadas permitirão um levantamento assertivo e confiável, disponível para a consulta de todos.

Como entrar na IBM

“Utilizar a tecnologia, criada pela IBM, para oferecer e facilitar a acessibilidade da pessoa com deficiência irá provocar mudanças sociais importantes no país. É um exercício de cidadania constante e fundamental para criarmos um ambiente onde as diferenças sejam menores”, diz João Octaviano Machado Neto, CEO e superintendente geral da AACD.

No último mês foi realizado um mapeamento inicial que contou com a ajuda da equipe de três instituições presentes no projeto. Foram feitos quase mil registros no quadrilátero que envolve as ruas Domingos de Moraes, Vergueiro e avenidas Ibirapuera e 11 de Junho, em São Paulo.

A iniciativa já está disponível para todas as cidades do Brasil, para que todo cidadão possa participar do estudo, colaborando com o mapeamento de todo o território nacional.
Para colaborar com este levantamento faça o download gratuitamente o aplicativo Rota Acessível e acompanhe os resultados do estudo através do portal.

                                        www.rotaacessivel.com.br

                        Se você gostou deixe um comentário!

Leia também: