468x60px

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Wearables: Tecnologia em você

Esse texto é uma contribuição 
da Nextel para o Infotec Blog

Uma das coisas mais mostradas em filmes de ficção é a interação cada vez maior entre máquina e homem e é nessa hora que entram os “wearable gadgets”. Traduzindo ao pé da letra são “bugigangas/ferramentas vestíveis”.

Isso mesmo, tecnologia que você pode vestir e calçar. O que parecia coisa de filme futurístico tem se tornado uma realidade muito mais frequente no nosso cotidiano.

O momento mais visível da evolução deste tipo de gadget foi o Google Glass. Os óculos que tanto fizeram sucesso no ano passado foram o maior lançamento da história dos waerables. Com tecnologia de reconhecimento de voz, câmera embutida, funções de vídeo chamada, busca instantânea entre outras.

Do dia para a noite ele se tornou o sonho de consumo de quase todos os jovens do planeta. Mas antes dele já tínhamos algo muito próximo do nosso cotidiano, que alguns de nós já éramos usuários.

Smartphone e Relógio da Samsung

A Nike lançou o Nike Running, que era um controlador para os treinos de corrida dos seus usuários. Para funcionar deveria ser usado um tênis específico com entrada para um chip que colhia as informações da corrida.

Essa ligação entre a atividade humana ser direta com um eletrônico no cotidiano faz disso um avanço enorme num mundo de tecnologias usáveis.

Pouco depois a Adidas também lançou algo assim, mas direcionado exclusivamente ao futebol, num sistema semelhante de chuteiras.

A última novidade envolvendo wearables e esportes é a Nike Fuelband, uma pulseira que serve praticamente como um coach para que você venha a realizar seus exercícios, ter controle sobre as atividades e se suas metas de exercício estão sendo batidas.

Tênis que acessa o Facebook

Essas tecnologias tem tomado cada dia mais espaço no nosso meio, e sendo parte mais comum do nosso modo de ver o mundo. Coisas simples como pingentes e abotoaduras com USBs, as cordinhas do capuz da sua blusa podem ser usadas como fones de ouvido, e até sua camiseta pode ser usada como sensor de som ou de wi-fi.

São muitas coisas que podem ser usadas, no melhor sentido da palavra, para se manter num meio de comunicações e tecnologia.

Também tem aquelas tecnologias que não são tão úteis, mas são bastante divertidas. Tênis que você pode usar para se manter conectado ao Facebook, uma jaqueta com sistema de GPS e até mesmo unhas postiças que pode ser usadas como relógios.

As melhores tecnologias

Aliás, os relógios são a nova menina dos olhos das grandes marcas para os wearables. Tanto a Apple quanto a Samsung tem boatos relacionados a seus nomes sobre relógios feitos para funcionar com seus operacionais móveis.

O iWatch é o grande lançamento prometido por alguns sites relacionados à tecnologia em relação a Apple. Por outro lado, a Samsung lançou o Galaxy Gear, um relógio compatível com o Galaxy Note 3, um dos celulares top de linha da marca. Nele você pode receber chamadas, SMS e notificações de redes sociais.

Inventando a tecnologia

Os wearables são a nova mania no mundo das tecnologias e logo não conseguiremos viver sem eles. Sejam coisas de real importância para nosso cotidiano como o Google Glass ou até mesmo as camisas que vem com sistema de refrigeração, elas vão tomar conta. Você é a favor disso ou acha que nos tornaremos muito dependentes das tecnologias e isso é ruim?

Deixe sua opinião ou sugestão de gadgets wearable que não citamos no texto.