468x60px

sábado, 19 de julho de 2014

A importância do curso de inglês para profissionais de TI.

Ter conhecimento em outras línguas é necessário em diversas profissões, e mesmo quando não utilizado diretamente no trabalho, é sempre interessante obter maiores conhecimentos em qualquer assunto.

Na área de Tecnologia da Informação, tal conhecimento é importante, uma vez que diversos termos e softwares não possuem tradução para o português.

Apesar de ter aulas durante os cursos regulares de educação, pode ser interessante para o profissional aprofundar-se no estudo, com a ajuda de uma escola de inglês. No mercado, já existem cursos específicos para a área.

A maior parte das certificações concedidas por grandes corporações da área somente são realizadas em inglês. Assim, o aluno estuda com material de apoio ou frequenta aulas inteiramente em inglês, que será o idioma utilizado na prova ou processo de certificação.

Assim, para ser um profissional completo e de destaque no mercado, é necessário aprender o idioma. Entre as principais empresas que fornecem tais certificações estão Google, Microsoft, IBM, Oracle e Cisco.

Curso de inglês, profissionais de TI

Cursos específicos
Diversas escolas de idiomas possuem cursos específicos para profissionais de diversas áreas, com aulas particulares ou empresariais, que abordam conteúdo voltado para a área de atuação.

No caso de TI, o curso abrange diversos termos técnicos, além de equipamentos e periféricos. As aulas abrangem ainda conhecimentos para suporte ao cliente em inglês, redes e conexões, afim de aprimorar a capacidade de atuação e de comunicação do profissional.

Termos utilizados
Diversos termos da área de TI já são de conhecimento popular, mesmo que a pessoa não saiba a tradução ou o significado exato da palavra ou sigla. Um dos maiores exemplos é o WWW, abreviação para World Wide Web, ou rede de alcance mundial. Confira outros termos pertencentes ao mundo da tecnologia que estão presentes no nosso dia a dia:

App – muito utilizado, ainda mais com a evolução dos smartphones, é a abreviação para aplication, que refere-se a um programa ou software que ajuda o usuário a desenvolver tarefas específicas, como o Microsoft Office, por exemplo;

Backup – procedimento que armazena os arquivos existentes em rede ou disco rígido em mídias removíveis;

Banner – imagem publicitária veiculada no ambiente virtual;

BPS (Bits per second) – medida utilizada para monitorar a velocidade da transmissão de dados;

Browser – é um programa que possibilita a navegação na internet, como o Google Chrome, o Mozilla Firefox e o Internet Explorer;

Desktop – Microcomputador de mesa;

Dial-up – não muito comum atualmente, é a conexão discada que utiliza uma linha telefônica para conectar-se à internet;

Download – normalmente traduzido como “baixar”, significa salva no computador ou em outra mídia um arquivo obtido na internet, de forma legal ou ilegal;

Firewall – conjunto de programas que evitam que terceiros acessem sua rede;

Hiperlink – recurso para relacionar uma palavra ou frase a outro conteúdo;

Home Page – página principal de um website;

IP – Internet Protocol, responsável pela identificação das máquinas e redes;

Login – identificação, em geral utilizando senha, para acesso a computadores ou sites;

Spam – mensagens de correio eletrônico não solicitadas. Costumam conter propagandas;

USB – do inglês Universal Serial Bus, é uma conexão para transmissão de dados, conhecida por sua velocidade e fácil instalação.

Lembre-se que conhecer os códigos e saber realizar diversos procedimentos é a base de um profissional de TI, mas para ganhar destaque no mercado e obter certificações importantes, é necessário apresentar também bons conhecimentos em inglês.

                          Se você gostou deixe um comentário!

Leia também