468x60px

sexta-feira, 8 de maio de 2015

A IBM e o Facebook fecham parceria para desvendar os desejos dos consumidores online.

Os dois gigantes da tecnologia agora trabalham juntos para desvendar o desejo de consumo dos internautas e ajudar as marcas a direcionarem campanhas de acordo com as necessidades e preferências dos clientes.

O Facebook é considerado a maior rede social do mundo, com mais de 1 bilhão de usuários no mundo -  89 milhões de acessos mensais apenas no Brasil. É um volume de dados gigantesco, que agrega informações de perfis, likes, comentários, cliques, buscas e conversas de chat. 

Esta união de gigantes significa milhões de oportunidades que virão à tona através de uma análise precisa da IBM que cruza dados como clima, localização, histórico de compras, e muitos outros para que as marcas possam criar experiências cada vez mais específicas, de acordo com as buscas individuais de seus clientes. 

As vantagens vêm também para os usuários do Facebook, que poderão dizer às suas marcas preferidas exatamente o que querem, o que gostam e o que esperam.

O Facebook vai ser a primeira empresa a aderir ao novo IBM Commerce THINKLab, um ambiente de pesquisa e colaboração em que as empresas irão trabalhar diretamente com marcas para acelerar o desenvolvimento de novas tecnologias concebidas para personalizar a experiência dos clientes.

Pesquisadores da IBM, peritos do Facebook, especialistas de domínio, designers e outros parceiros estarão disponíveis para trabalhar lado a lado com os clientes para identificar áreas específicas de necessidade e gerar novas soluções.

Melhor empresa de tecnologia, IBM, Facebook

"Nossa parceria com a IBM vai ajudar marcas famosas a alcançarem personalização em grande escala usando nuvem de marketing da IBM para encontrar e envolver seu público-alvo no Facebook, bem como resolver os seus desafios através da consultoria com a IBM Commerce THINKLab", disse Blake Chandlee, vice-presidente de Parcerias para Facebook.

A IBM já vinha trabalhando com os clientes para mudar seus produtos de acordo com as demandas e agora irá aumentar seus esforços com essa parceria. "As alterações do produto são um ponto fundamental para a IBM na batalha ainda em desenvolvimento contra Oracle, Salesforce, Adobe e NetSuite pela supremacia na automação de marketing e na tecnologia de nuvem para o comércio eletrônico", destacou Deepak Advani, gerente geral da IBM Commerce

Na prática
Consumidores vivem em um mundo de gratificação instantânea - eles não só esperam que as empresas tenham canais de mídias sociais, como também que estejam prontas para responder suas questões rapidamente. 

42% esperam que a resposta venha em menos de uma hora
25% esperam que venha no mesmo dia
9% querem uma resposta em 5 minutos.

    
Até 2018, marcas que oferecerem personalização irão se sobressair cerca de 30% àquelas que não oferecerem este tipo de serviço.

Como tudo acontece
De um lado o Journey Designer ajudando as marcas a criarem campanhas personalizadas de engajamento e o Journey Analytics para compreender as respostas dos consumidores. Do outro, as ferramentas de publicidade do Facebook e os dados obtidos por elas na rede social. São estes recursos que permitirão que clientes de marketing da nuvem da IBM alcancem informações antes nem cogitadas.

Por que isso é importante?
  • 90% dos profissionais de marketing concordam que experiências personalizadas são fatores críticos para o sucesso da marca.
  • 4 a cada 5 consumidores acreditam que marcas não os entendem como indivíduos.
“Juntaremos habilidades de todas as áreas da IBM de acordo com o problema que iremos resolver. Não há nada mais importante dentro do nosso portfólio do que a colaboração centrada no cliente”, diz Advani.

Advani também destacou que , através da colaboração, as empresas de bens de consumo e varejistas serão capazes, de forma rápida e prática, de ter uma visão mais clara sobre as expectativas dos clientes e assim poderão proporcionar a eles experiências mais atrativas. 

Por exemplo, um varejista lançando uma nova linha de engrenagens pode usar audiências personalizadas do Facebook para pensar em soluções para grupos que estão interessados ​​em corrida de longa distância, e com base nas preferências criar promoções que atendam de forma bem mais assertiva às expectativas destes clientes.

Os comerciantes também poderão replicar campanhas para outros canais além do Facebook, como em suas lojas, sites e aplicativos móveis.

De olhos abertos para as oportunidades
  • A maioria das organizações acredita ter uma visão forte de seus clientes
  • 81% das marcas de consumo dizem que têm uma visão holística de trabalho de seus clientes
  • A maioria dos consumidores não se sentem compreendidos pelas marcas
  • 37% dos consumidores acreditam que seu varejista favorito o entende
  • 22% dos consumidores acreditam que o varejista médio os compreende
  • A experiência é a razão principal pela qual os clientes trocam de marca
  • 30% dos consumidores que mudam de varejista, indicam que o anterior falhou
  • 59% disse que mudou para algo melhor

           Se você gostou, deixe um comentário!

Leia também: