468x60px

domingo, 22 de novembro de 2015

Três métodos simples e seguro para realizar backup de arquivos.

Fazer o backup de seus arquivos importantes é crucial, pois minimiza o risco de você perder seus documentos fiscais, fotos e videos de seus filhos, casamento ou formatura, caso ocorra algum desastre na sua casa, como incêndio ou falha no disco rígido.

Fazer backup de arquivos e fotos não é difícil, mas como existem várias maneiras de fazer isso, o início pode ser um pouco complicado.

Este guia fornece informações básicas sobre as diferentes opções que você tem para fazer backup de arquivos e dicas para que você possa concluir essa tarefa sem grandes dificuldades.

A importância de vários backups
Antes de explicar em detalhe as diferentes maneiras de fazer backup de seus arquivos, eu quero mencionar os vários tipos de backups. A melhor maneira de garantir que você não vai perder documentos e fotos importantes está relacionado a execução de mais de um método de backup.

Certifique-se de armazenar cópias de arquivos e fotos em seu computador e dois ou mais dos métodos descritos abaixo. Você pode até mesmo manter cópias em um segundo computador, se possível. Quanto mais backups você tiver, melhor, mas dois ou três deve ser suficiente para a maioria das pessoas.

Você deve se acostumar a fazer backup de seus arquivos regularmente, a cada semana, mês ou quando você receber documentos e fotos importantes. Além disso, você deve saber que as soluções de armazenamento físicos, tais como discos rígidos externos e unidades de armazenamento portáteis podem falhar ao longo do tempo. Então, é recomendado substituí-los depois de alguns anos de uso para assegurar o seu bom funcionamento.
Método 1: disco rígido externo
O que é?
Um disco rígido externo é semelhante ao que você tem dentro de seu computador, onde você pode armazenar qualquer tipo de arquivo. Muitos são pequenos e portáteis, você pode manter na gaveta da mesa ou levá-la com você. Outros são maiores e projetado para tê-los ao lado de seu computador sobre a mesa.

Como funciona?
Os discos rígidos se conectam ao computador para fornecer espaço de armazenamento adicional, geralmente através de um cabo USB. Uma vez conectado, você pode arrastar e soltar ou copiar os arquivos que você deseja a partir do disco rígido do seu computador para backup. 

Uma vez sincronizado, esses arquivos sobrevivem bem longe do seu computador e oferecer-lhe proteção em casos de roubo, desastres ou se o PC for danificado.

Riscos potenciais
Os discos rígidos podem falhar a qualquer momento, por muitas razões diferentes. É possível que um dia ao conectar sua unidade portátil a mesma possa não funcionar, o que significa que você não terá acesso aos arquivos. 

É muito incomum os novos discos estragar completamente, a ponto de não conseguir salvar os arquivos contidos no seu interior e geralmente funcionam por anos antes de ter que substituí-los, mas tenha em mente que é uma possibilidade.

O que devo comprar?
Discos rígidos externos vêm em muitos tamanhos e capacidades. Se você só tem alguns arquivos e fotos que suportam em um disco de 500 GB ou 1 TB, que custa entre R$ 150 e  R$ 300, que é mais do que suficiente. 

Um drive de 1 TB pode armazenar centenas de milhares de fotos tiradas com uma câmera de 8 megapixels, dependendo do tamanho do arquivo, ou vários milhares de documentos. Se você tiver mais arquivos para voltar lá e modelos de 2 TB a partir de cerca de R$ 300.

Alguns discos rígidos externos são cobertos à prova de choque, água e fogo, e vale a pena se você está preocupado que circunstâncias imprevistas podem danificar o aparelho.]


Método 2: memória flash
O que é?
Flash drives são unidades de armazenamento de pequeno porte. Eles vêm em uma ampla variedade de modelos, a partir de pequenos retângulos de personagens famosos que podem ser pendurados no pescoço. Este método é muito semelhante ao primeiro, mas usa chamada memória flash (uma unidade que pode ser apagada e reutilizada).

Como funciona?
A memória flash está conectado ao seu computador através da porta USB, e em seguida, você pode copiar ou arrastar e soltar arquivos nele para armazenamento. Uma vez desligado, os arquivos são armazenados lá até que você excluí-los.

Riscos potenciais
As memórias flash podem falhar ou corromper ao longo do tempo, tornando-os inutilizáveis. Se algo acontecer, você não terá acesso a esses arquivos. É improvável que a memória flash moderna possa falhar definitivamente, mas pode acontecer.

O que devo comprar?
Os drives flash são menores do que os discos rígidos externos e, portanto, oferecem menos espaço de armazenamento. Os maiores geralmente oferecem 256 GB de espaço, suficiente para alguns milhares de documentos ou fotografias, dependendo do tamanho dos ficheiros. 

Eles funcionam melhor para as pessoas que pretendem armazenar poucos arquivos  e são especialmente adequados para estudantes que apoiam a sua lição de casa.

Estas unidades variam de preço de alguns Reais para mais de R$300, por isso você deve escolher o que você acha que funciona melhor para suas necessidades e preferências de uso.


Método 3: armazenamento em nuvem
O que é?
O armazenamento em nuvem é um sistema em que você pode mover os arquivos do seu computador para um servidor em um centro de dados, longe de casa e escritório. Várias empresas oferecem o armazenamento em nuvem e disponibilizam uma certa quantidade de espaço que você pode alugar para armazenar seus arquivos.

Como funciona?
Depois de se inscrever para um serviço de armazenamento na nuvem, você pode fazer upload de seus arquivos com um aplicativo de desktop ou através do site da empresa. Com uma conexão de Internet você pode ver, modificar e apagar arquivos de sua conta a qualquer momento, a partir de qualquer computador ou dispositivo móvel. Você também pode baixar esses arquivos para o seu computador sempre que desejar.

Riscos potenciais
Embora o armazenamento em nuvem é uma opção de backup boa, existem vários riscos. Esses serviços podem ser hackeados, aconteceu mais recentemente em 2014, quando um ataque hacker aos servidores da Apple iCloud exibiu fotos de várias celebridades.

Outro risco é que a empresa cesse a sua atividade, o que aconteceu com o pequeno serviço Fire drive. Se isso acontecer, você não terá acesso a todos os arquivos armazenados na nuvem.

Outras desvantagens são que os arquivos podem demorar muito tempo para carregar no serviço de nuvem, que por sua vez reduz a largura de banda de sua conexão. Além disso, sem uma conexão à Internet, você não terá acesso a nenhum desses arquivos.

O que devo comprar?
O armazenamento em nuvem é barato e muitas empresas oferecem pequenos espaços gratuitos. Por uma taxa mensal, que geralmente começa em R$ 10 para alugar o espaço adicional. 

O armazenamento em nuvem é uma excelente escolha para quem quiser guardar fotos online, já que muitas empresas têm aplicações móveis que carregam as imagens e os vídeos automaticamente para a nuvem logo após ser tiradas com um Smartphone ou tablet.

Para ajudar você a escolher um serviço de armazenamento na nuvem, pode ler esse artigo: >> Qual é o melhor serviço na nuvem para você?. Poderá conhecer as opções mais populares.

Opções avançadas
Métodos de armazenamento mencionados até agora são excelentes para qualquer um, pois eles são fáceis de usar, barato e oferecem grandes espaços de armazenamento. Mas se você precisar de uma opção avançada é a tecnologia de armazenamento anexado à rede (NAS, por sua sigla em Inglês).

Programas como CrashPlan e Carbonite suporta continuamente pastas inteiras em seu disco rígido, em vez de apenas alguns arquivos que você escolher. Esses aplicativos também pode fazer backup de todo o disco rígido se você precisar. 

Internet oferece um tipo mais robusto de armazenamento, o NAS. Um servidor NAS é essencialmente um ou mais discos rígidos conectados ao seu computador através da Internet. É como ter uma nuvem privada. Esses serviços podem ser caro e complicado de configurar, mas para as necessidades graves, valem a pena.

             Se você gostou deixe um comentário!

Leia também: