468x60px

terça-feira, 22 de novembro de 2016

A tecnologia RFID e suas várias possibilidades.

O RFID (identificação por radiofrequência) é uma tecnologia usada desde a segunda guerra mundial para localizar e identificar aeronaves amigas.

Desde então, em todo o mundo, ela foi utilizada de diferentes formas para agilizar a rotina de diversas empresas e pessoas. Um bom exemplo é a rede de pedágios automáticos “Sem Parar”. Uma etiqueta RFID instalada no parabrisa do veículo permite a abertura da cancela e o valor daquela praça de pedágio é automaticamente creditado em sua conta.

Outra grande história de sucesso é uma loja de peças e acessórios para motos, localizada em Jundiaí, interior de São Paulo. De acordo com o diretor de marketing da empresa, semanas eram necessárias para dar baixa aos produtos que eram encaminhados para eventos por todo o país. 

“Hoje utilizo o RFID na loja de forma muito rápida e dinâmica. Podemos contar mil capacetes em dez minutos, por exemplo. A agilidade para contar meus produtos e enviá-los para os eventos cresceu muito. Posso fazer todo o processo de semanas no dia anterior ao evento”, revelou.


Segundo o diretor executivo da Moura Informática, José Natal de Moura, a tecnologia pode ser utilizada em diferentes segmentos. “Temos o caso da loja de peças e acessórios em Jundiaí, outra fábrica de tapetes em São Carlos, uma grande fábrica de jeans em Minas Gerais, além do caso de sucesso com a têxtil Lupo e também outro grande projeto com uma fabricante de eletrodomésticos na região de Araraquara”.

No conglomerado de parques em Orlando, na Flórida (EUA), o RFID é usado nas pulseiras personalizadas que permitem a entrada dos colaboradores ou visitantes em diversos locais, além de ser a ‘chave’ que libera refrigerantes nas máquinas espalhadas pelos parques. 

“Lá [em Orlando] a tecnologia é usada para quase tudo. Os funcionários do Parque da Disney, por exemplo, utilizam uma pulseira que libera sua entrada em espaços permitidos apenas para pessoas autorizadas”, explica Tales Boalim, Gerente de Tecnologia RFID da Moura Informática que participou recentemente da 14ª Conferência RFID Journal Live, na Flórida.

Em visita a Campus Party Brasil neste ano, Evgeny Chereshnev, vice-presidente de marketing da Kaspersky Lab, importante empresa de segurança digital mundialmente conhecida, mostrou um pouco sobre a tecnologia NFC (campo de comunicação por aproximação, na tradução), que permite abrir uma porta de alta segurança por meio de um chip do tamanho de um grão de arroz implantado na mão. 

Além disso, essa tecnologia permite o pagamento de suas compras dispensando o uso do cartão de crédito, por exemplo.

O RFID e o NFC são tecnologias que avançam cada vez mais à medida que peças e equipamentos ficam acessíveis ao público em geral.

Se gostou deixe um comentário!

Leia também: