468x60px

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Acredite, você não precisa de um editor de vídeos profissional.

Alternativas às ferramentas profissionais, mas com recursos-chave para a edição de vídeos, tornam a produção audiovisual acessível para qualquer usuário

Com a popularização de plataformas para compartilhar vídeos como Youtube, criar e divulgar conteúdo audiovisual na Internet deixou de ser uma atividade exclusiva para profissionais.

A criação de vídeos caseiros está em alta e já não é sinônimo de baixa qualidade. Um dos grandes avanços que facilita o acesso à produção de vídeos é o surgimento de softwares de edição desenvolvidos para as necessidades desse público.

Ferramentas profissionais mais conhecidas apresentam uma grande dificuldade de utilização e a maioria dos usuários não sabe, nem necessita usar grande parte dos recursos disponíveis.

O excesso de recursos, ao contrário de ser positivo acaba sendo contraproducente, confundindo o usuário e dificultando que alcance o objetivo desejado. Por isso, antes de buscar soluções sofisticadas que se tornarão defasadas antes de conseguir aprender a usá-las, o melhor é recorrer a softwares mais simples que estão ao alcance de todos.

Um bom exemplo é o Video Converter Ultimate, da Aiseesoft. Com este tipo de programa é possível editar vídeos de forma muito mais rápida, obtendo resultados de boa qualidade.

Em face desta questão muitas pessoas questionam quais recursos são realmente necessários para usuários que desejam editar vídeos de forma amadora.

editar, video gratis, infotec blog, tecnologia

Recursos essenciais para edição de vídeo
Um programa de edição de vídeos para principiantes ou usuários que não buscam obter resultados de uma produtora audiovisual precisa ter uma série limitada de recursos-chave. Além disso, é preciso que os comandos sejam facilmente acessíveis e as funções se encontrem de forma intuitiva.

Modificar características gerais da imagem
Um requisito básico está relacionado com a necessidade de adaptar o vídeo para as características da tela que ele será reproduzido. Um exemplo simples é o comando para girar o vídeo, caso tenha sido gravado em vertical.

Outros comandos muito usados são a possibilidade de recortar a imagem para eliminar faixas pretas, fazer zoom em uma determinada zona da imagem ou adaptar e modificar o formato de tela. Por exemplo, oferecer a possibilidade de passar um vídeo gravado em formato 4:3 para 16:9 sem distorcer a imagem.

Trabalhar aspectos fotográficos
Outro recurso que permitirá melhorar a qualidade dos vídeos é trabalhar sobre a fotografia. Softwares profissionais têm ferramentas muito sofisticadas para correção de cor, níveis, entre outros. Porém, um usuário "doméstico" dificilmente conseguirá usar estes recursos corretamente.

No caso do Video Converter Ultimate, por exemplo, isso se torna muito mais simples: há um menu lateral para ajustar brilho, contraste, saturação e matiz. Também é possível reduzir trepidação ou remover ruído somente com um clique, sem configurações complexas.

Combinar vários vídeos ou trechos
A composição e montagem de diferentes planos é essencial para obter um mínimo de dinamismo em qualquer vídeo. Unir vídeos, cortar os segmentos desejados e montar uma sequência é um dos principais motivos pelo qual os usuários recorrem a softwares de edição.

No programa da Aiseesoft mencionado anteriormente, basta arrastar e soltar os arquivos na ordem desejada e indicar o trecho que é preciso utilizar de cada arquivo. Ao converter, o programa fará sozinho a montagem e apresentará o resultado final.

Compatibilidade com formatos e codecs
O objetivo final, depois da produção do vídeo, é que ele seja corretamente visualizado pelo seu público. Para isso, o ideal é maximizar a compatibilidade com diferentes dispositivos e plataformas.

Busque uma solução que tenha a opção de salvar o arquivo em diferentes formatos e codecs. O Video Converter Ultimate, por exemplo, salva e converte para mais de 400 perfis de áudio e vídeo.

Se você gostou, deixe um comentário!

Leia também: