Cadeado de proteção online
Dicas Segurança

Phishing, Extorsão e outros Golpes: Como os Usuários Podem se Proteger no Cotidiano?

Ataques de Phishing, roubos de identidade, extorsão e outros golpes são muito frequentes no mundo virtual. Veja como se proteger!


O mundo virtual é uma selva. É a luta da presa contra o predador, um ambiente hostil e bastante violento. Isso parece exagero, certo? Pense nas suas redes sociais, nos seus jogos multiplayer, nos seus fóruns e serviços favoritos de chat, nos seus aplicativos fofos e em todos aqueles memes engraçados.

Com tudo isso, retratar a internet como um ambiente hostil parece um imenso exagero, certo? Errado. Os perigos existem.

Quais são esses perigos? Como se proteger deles? Você vai saber disso nesse artigo.

Os principais riscos aos internautas


Para qualquer pessoa conectada à internet, os principais riscos são a perda, roubo e uso indevido de informações pessoais como endereço, nome completo, números dos documentos (como CPF e carteira de identidade), a invasão dos dispositivos e outros processos que prejudicam direta/indiretamente os usuários.

A ação de hackers é uma constante. Ao contrário do que a maioria das pessoas pode acreditar, essas pessoas não estão interessadas apenas em roubar dados de grandes empresas e governos. A maioria dos ataques acontece contra pessoas “comuns”, alvos “pequenos” que, justamente por não se enxergarem como vítimas potenciais de hackers, são as vítimas mais fáceis e vulneráveis.

Você está online? Então, você também é um alvo em potencial.

O que é um hacker?


Hacker, em termos simples, é uma pessoa que invade sistemas sem autorização e/ou conhecimento de seus usuários com finalidades maliciosas e ilícitas – embora, hoje, haja uma preferência para usar termos como lammer ou script kiddie para se referir a essas pessoas, já que hacker vem sendo visto como inclusive o profissional que trabalha para empresas e governos para melhorar seus sistemas de segurança virtual, explorando as falhas e brechas do sistema para permitir que eles sejam aprimorados.

Os principais recursos dos hackers


Hackers se utilizam de vários mecanismos como phishing, keyloggers, malware, spyware e outros recursos. Vamos explicar, de forma simples, esses principais recursos para invadir sistemas e te atacar. Tudo isso é chamado de ciberataque.

Phishing é o método de tentar roubar informações pessoais usando, principalmente, e-mails e websites com vírus e links maliciosos. Malwares são programas maliciosos usados por esses golpistas para infectar os dispositivos do usuário e permitir esse phishing

Exemplos de tipos de malwares são os keyloggers, que servem para memorizar as teclas digitadas pelos usuários e, assim, aprender suas senhas e dados de acessos a diversos serviços e plataformas, e spywares, que são programas silenciosos usados para espionar os usuários.

Muitos desses recursos passam despercebidos mesmo pelos melhores antivírus e sistemas de firewall.

Golpes virtuais e chantagens

Proteção contra Phishing

Os chamados golpes virtuais são uma realidade cada vez mais frequente. E-mails enviados para roubar senhas, falsas cobranças e débitos, websites maliciosos, falsas mensagens de órgãos do governo, programas e links suspeitos e perfis fakes perigosos: tudo isso constitui uma realidade quase inescapável no mundo virtual.

Na maioria dos casos, essas ações são tomadas por pessoas que você não conhece. Mas, com cada vez mais frequência, mesmo pessoas próximas podem te chantagear, ameaçar e tentar aplicar golpes.

É cada vez mais frequente o número, por exemplo, de mulheres que são chantageadas pelos parceiros, ex ou atuais: essas pessoas pegam fotos íntimas e fazem chantagem, ameaçando divulgá-las caso a pessoa não cumpra determinada exigência (principalmente enviando dinheiro). Muitas vezes, isso acontece por “simples” vingança.

Em outros casos, alguém desconhecido simplesmente envia uma mensagem de ameaça, afirmando ter suas senhas pessoais e exigindo algo de você – e, em grande parte dos casos, isso é um simples blefe. É o chamado sextortion ou extorsão sexual.

Esse é apenas um dos tipos de golpes virtuais praticados pelos chamados scammers. Ter precaução com as informações que você expõe e com as suas comunicações é uma ótima medida.

Algumas dicas de segurança

Proteção contra Phishing

Para evitar ataques de Phishing e outros perigos, os usuários podem tomar alguns cuidados. O primeiro deles é manter senhas fortes e informações pessoais em segurança. Além disso, é claro, ter um bom antivírus e um firewall ativo são algumas medidas básicas.

Ter cuidado com os e-mails que você recebe e procurar se informar sobre golpes virtuais mais básicos também é uma ótima dica. É importante frisar também a importância de ter cuidado com informações que você publica em redes sociais e quem você adiciona nos seus contatos.

Manter um bom provedor NordVPN. Um provedor VPN funciona como um servidor que aprimora a segurança da sua rede, que permite a criptografa das suas informações e melhora a confiabilidade do tráfego de dados da sua conexão, além de permitir a alteração do IP dos seus dispositivos e impedir a redução da velocidade da conexão por parte dos provedores de internet.

A melhor ferramenta de defesa são as suas atitudes. Se você tomar boas atitudes, as chances de se tornar vítima de golpes virtuais diminui muito. A prevenção continua sendo o melhor remédio.

Luis Carlos Sá
Formado em Análise de Sistemas, blogueiro e um apaixonado por tecnologia.
http://www.infotecblog.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.