Internet Segurança

O Procon- SP lista mais de 200 sites de lojas virtuais que devem ser evitados.

Com a chegada do fim do ano e o aquecimento das vendas para o Natal e ano novo, os cuidados na hora de comprar o presente para os familiares e amigos tem quer ser redobrado.

Isso por que nessa época surgem por todo lado e principalmente na internet criminosos afim de nos “passar a perna”.

Recentemente foi exibido no Fantástico da TV Globo uma reportagem, onde apareciam os criminosos nadando no dinheiro, literalmente, esse dinheiro era fruto de crimes praticados na internet.

Os malfeitores disponibilizavam sites de lojas virtuais e ofereciam os mais variados tipos de produtos, e após os internautas realizarem a compra e confirmar o pagamento, geralmente por transferência bancária, os criminosos retiravam o dinheiro e os compradores nunca recebiam as suas encomendas.

Houve relatos de pessoas que perderam até 5 mil reais com esse tipo de golpe, que é mais comum do a gente imagina. Os órgãos de defesa do consumidor vem atuando para impedir que os compradores e adeptos das lojas virtuais sejam lesados por essa modalidade de golpes.

O Procon de São Paulo, por exemplo, disponibiliza em seu portal na internet uma lista com mais de 200 sites de lojas virtuais que devem ser evitados pelos consumidores.

Para elaborar a lista, o Procon leva em consideração as reclamações dos próprios compradores, que reclamam principalmente da falta de entrega do produto adquirido e da ausência de resposta quando registra alguma reclamação.

Em posse da lista do Procon, o Infotec Blog realizou um teste e comprovou que apenas 58 desses sites ainda estão acessíveis, isso quer dizer que a maioria dos portais eram usados de forma criminosa, como eu citei anteriormente nessa matéria.

É importante lembrar que alguns sites como o alshop.com.br e o maiorbarato.com.br, tiveram seus nomes retirados da lista, uma vez que entraram em contato e atualizaram seus dados cadastrais junto ao Procon.

Segundo os especialistas, comprar pela internet é relativamente seguro desde que seja tomado alguns cuidados importantes.


Algumas dicas:
Sempre optar por lojas conceituadas ou mais conhecidas, de preferência que tenha uma loja física onde poderá tirar suas dúvidas caso necessário, observar a procedência do site se tem algum selo de segurança fornecido pelos órgãos responsáveis, e se possui no minimo um telefone para contato para eventuais esclarecimentos.

Para evitar possíveis “dores de cabeça” ou um prejuízo que possa deixar qualquer um desanimado para as comemorações de fim de ano, recomendo dá uma lida minuciosa na lista antes de ir as compras.

Acesse os sites que estão na lista negra do Procon

Se você gostou deixe um comentário!

One thought on “O Procon- SP lista mais de 200 sites de lojas virtuais que devem ser evitados.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.