Detectar Fake News - Como detectar uma notícia falsa usando uma extensão para o Chrome.
Internet Segurança

Como detectar uma notícia falsa usando uma extensão para o Chrome.

As Fake News estão cada vez mais comuns, mas esta extensão do Chrome pretende acabar com isso.


Alguma vez você já clicou em um link no Facebook, foi levado para um site que você nunca ouviu falar e perguntou-se o que você estava lendo era real, notícias falsas ou sensacionalista?

Mesmo para um olho treinado, alguns sites exigem um olhar atento aos detalhes mais sutis para saber se você está realmente navegando em um site que oferecem noticias confiáveis.

Felizmente, a Eyeo, a empresa por trás do AdBlock Plus, tem como objetivo combater essa área “nebulosa” da internet e esclarecer tudo para todos com sua nova extensão TrustedNews. Veja como isso funciona.


Como instalar o TrustedNews

Infelizmente, por enquanto, o TrustedNews está disponível apenas para o Chrome, por isso, se você usar o Firefox, o Safari ou outro navegador, terá que esperar um pouco mais para usar a extensão da empresa.

Se você usa o Chrome, abra uma nova guia e acesse trusted-news.com e clique em Obter TrustedNews para Chrome. Isso levará você para a Chrome Web Store.

Lá você precisará clicar em Adicionar ao Chrome . E é isso. A extensão começará a funcionar imediatamente, sem necessidade de configuração.

Quando você visita um site de notícias, o ícone da extensão no menu do Google Chrome no canto superior direito do navegador informa se a fonte é confiável ou não.

TrustedNews


Como funciona o TrustedNews

A extensão TrustedNews é alimentada pelo protocolo MetaCert e usa fontes como Snopes e PolitiFact para “medir a veracidade do conteúdo de notícias”.

Quando você visita um site, esse site recebe uma classificação. Se for um site confiável, o ícone no menu do Google Chrome exibirá uma marca de seleção verde.

Se você clicar nesse ícone, ele fornecerá um breve resumo do motivo pelo qual ele é considerado um site confiável. Aqui estão algumas das outras avaliações ou estados possíveis que o TrustedNews pode fornecer:

  • Desconhecido: Dados insuficientes impedem que o TrustedNews avalie o site.
  • Indigno de confiança: É um site publica conscientemente informações falsas ou enganosas.
  • Sátira: Um site que publica conteúdo satírico e não se destina a ser usado para notícias factuais.
  • Tendencioso: Um site que publicou informações tendenciosas e “promove visões não comprovadas ou distorcidas”.
  • Malicioso: Site que ataca o seu computador com malware, phishing, vírus, spyware ou outras ameaças à sua privacidade ou computador.
  • Clickbait: Um site que conscientemente usa títulos enganosos para atrair leitores para inflar o tráfego e, subsequentemente, a receita.
  • Conteúdo gerado pelo usuário: Uma página ou site que contém conteúdo gerado por colaboradores de terceiros. Isso pode ser um site de mídia social como o Twitter, Instagram ou Facebook, ou também pode ser algo como um blog do Tumblr.

No teste que fizemos usando a extensão TrustedNews, parece funcionar muito bem, sinalizando sites com uma definição óbvia. Exemplo: O Facebook e YouTube foram classificados como sites em que o conteúdo é gerado por usuários, assim como sites de noticias tradicionais foram classificados como confiáveis.

No entanto, muitos sites ainda não têm dados suficientes para que o TrustedNews faça uma avaliação justa. Isso deve mudar no futuro, quando mais pessoas passarem a usar a extensão.

Quando você clica no ícone da extensão para revelar mais informações sobre a classificação, há uma seção que diz “Forneça comentários sobre essa classificação (em breve)”.

Portanto, para sites que ainda estão abaixo do radar dos parceiros da TrustedNews, a comunidade poderá determinar a confiabilidade de um site.

O fundador garante que a empresa tem trabalhado com o MetaCert Protocol para construir uma mecânica de jogo para recompensar as pessoas que enviam feedback sobre a reputação de um site.

A empresa também tem um plano para descentralizar o banco de dados de feedback enviado pelo usuário, colocando-o na blockchain Ethereum e implementando um mecanismo para deter os maus atores que visam estragar os dados com feedback falso.

O TrustedNews não requer esforço para usar, então não há motivo para não usá-lo. Basta instalar a extensão e olhar para o canto direito da janela do seu navegador ao visitar um site desconhecido para ter uma ideia da confiabilidade do site que você está visitando.

No futuro essa ferramenta tende a melhorar e ganhar um banco de dados mais difundido ao longo do tempo, isso irá facilitar o diagnostico de noticias falsas que são amplamente divulgadas na rede.

Luis Carlos Sá
Formado em Análise de Sistemas, blogueiro e um apaixonado por tecnologia.
http://www.infotecblog.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.