Mulher utilizando internet banking - Como Fugir dos Golpes em Transações Bancárias Online.
Segurança Utilitários

Como Fugir dos Golpes em Transações Bancárias Online.


Uma das grandes vantagens de utilizar a internet atualmente é a facilidade para realizar compras e fazer bons negócios on-line. Pesquisar preços e especificações de produtos, comprar e receber tudo em casa são possibilidades que só o mundo virtual pode nos proporcionar.

Por outro lado, também existem pessoas que aproveitam para agir de má fé e aplicam golpes no comércio eletrônico. Geralmente, as principais fraudes on-line estão relacionadas a compras de eletrônicos, passagens aéreas e transações bancárias via internet banking.

Por isso, selecionamos algumas dicas de como proteger sua conta bancária de fraudes na internet.

Dica 1: Preste atenção no site do banco antes de usá-lo

Uma atividade muito comum entre cibercriminosos é a criação de sites falsos de bancos conhecidos. Essa pode ser uma armadilha para quem utiliza serviços de internet banking. Por isso, esteja sempre atento aos detalhes da página original do seu banco.

De preferência, esta checagem deve ser feita em todo e qualquer acesso, pois os hackers podem utilizar desde truques simples até artimanhas complexas para induzir os usuários a interagirem com um site falso. E como a página fraudulenta tenta imitar o site verdadeiro nos mínimos detalhes, muitas vezes torna-se difícil perceber a diferença.

Dica 2: Cuidado com e-mails falsos em nome de bancos

Outra ação bastante comum entre golpistas é o envio de e-mails falsos (phishing scam) em nome de diferentes bancos. Em geral, a mensagem sempre tentará induzir o usuário a clicar em links ou arquivos maliciosos.

Neste golpe, o objetivo é simples: fazer com que o cliente instale um malware em seu computador ou smartphone, dando aos criminosos acesso aos seus dados pessoais, por exemplo.

Lembre-se: normalmente, instituições bancárias não fazem cobranças por e-mail. Além disso, fique atento a características que facilitam a identificação de e-mails falsos, como erros de ortografia, formatação irregular e conteúdo apelativo.

Bancos podem sim enviar comunicados via e-mail, mas dificilmente pedem atualizações de cadastro, confirmação de dados, sincronização de tokens e qualquer ação que exige fornecimento de dados pessoais.

Usuário realizando transações online
Usuário realizando transações online

Dica 3: Evite utilizar serviços bancários em computadores públicos

Escolas, faculdades, bibliotecas e LAN houses são exemplos de lugares onde às vezes acabamos utilizando computadores públicos. Evite ao máximo utilizar essas máquinas para fazer transações bancárias.

Tais aparelhos podem conter programas que capturam informações digitais, instalados por pessoas mal intencionadas. Diante da necessidade de fazer alguma operação bancária online, utilize somente computadores ou dispositivos pessoais.

Dica 4: Proteja seu computador ou smartphone

Algumas ações simples podem tornar seus aparelhos mais seguros para realizar transações bancárias online. Algumas das principais são:

  • ●     Mantenha o sistema operacional sempre atualizado;
  • ●     Utilize versões recentes dos navegadores;
  • ●     Use softwares de segurança, como um bom antivírus

O Antivírus 2019 da Bitdefender, por exemplo, previne que informações sensíveis, como senhas e dados de cartões, sejam enviadas de forma descriptografada.

E você, conhece outra dica para manter a segurança na hora de fazer transações bancárias? Compartilhe com a gente nos comentários!

Este artigo foi criado pela equipe Bitdefender para uso exclusivo do blog Infotec Blog.

Imagens: Pixabay

Luis Carlos Sá
Formado em Análise de Sistemas, blogueiro e um apaixonado por tecnologia.
http://www.infotecblog.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.