Como assumir o financiamento de outra pessoa
Dicas Finanças

Vai assumir um financiamento? Veja o que deve considerar

Assumir um financiamento é realmente uma boa opção? Uma negociação como essa pode trazer uma série de dúvidas, mas pode ser interessante para quem quer adquirir um automóvel ou um imóvel. 

No entanto, antes de procurar por ofertas, pesquisar por financeiras e até consultar seus investimentos em uma corretora independente, não se esqueça de avaliar os prós e contras. 

Ao longo do texto reunimos informações para lhe ajudar! 

Quais as vantagens e desvantagens de assumir um financiamento?

O financiamento é uma das alternativas disponíveis no momento de compra de bens com valores mais elevados, como é o caso dos automóveis. Por isso, acaba sendo uma escolha de muitas pessoas que desejam realizar um sonho. 

Aluga, comprar ou financiar uma casa - qual a melhor escolha

A questão, é que assim como outros serviços financeiros, um financiamento pode contar com vantagens e desvantagens. Dessa forma, antes de assumir qualquer compromisso é preciso estar ciente desses fatos. 

Por isso, reunimos a seguir os pontos positivos e negativos, acompanhe! 

Principais vantagens

Um dos pontos que pode ser mais atrativo para quem pensa em assumir um financiamento, é a possibilidade de conseguir um bem muito desejado, em condições mais atrativas. Afinal, a compra não será feita totalmente do zero. 

Ou seja, querendo ou não, o dono anterior já passou por todo o processo de negociação e, inclusive, já quitou determinadas parcelas. 

Assim, ao assumir um financiamento, o novo proprietário deve arcar com as parcelas restantes. O ponto positivo, é que o valor envolvido costuma ser bem inferior ao do mercado, o que pode trazer economias. Há descontos de até 60%.

Em compras feitas nos leilões, a pessoa só precisa lidar com as dívidas do financiamento. Ao mesmo tempo, é possível conseguir descontos bem significativos. 

Principais desvantagens

Assim como há vantagens ao assumir financiamento, também existem desvantagens. A mais óbvia é justamente ter lidar com todas as condições que foram acordadas por uma outra pessoa, logo, tudo está determinado no contrato. 

Nesse sentido, você pode não ter a chance de mudar o número de parcelas ou os seus valores, por exemplo. Outro ponto que pode ser preocupante são as pendências do antigo dono. 

Dependendo da negociação, o novo dono acaba tendo que lidar com multas, dívidas e atrasos. O que pode gerar dor de cabeça. 

E claro, caso haja algum problema com o banco ou financeira, ela também pode se recusar a transferir o financiamento. Isso acontece até que a transferência da dívida ainda não esteja definida. 

Como assumir cada tipo de financiamento

Assumir um financiamento pode ser realmente uma opção interessante para quem deseja adquirir algo com altos valores. Contudo, devido à importância desse serviço, ele precisa ser planejado com muito cuidado. 

alugar, comprar ou financiar um carro

Ou seja, antes mesmo de entrar em contato com um banco e o vendedor, é ideal que você se programe e tenha uma boa organização financeira. E claro, estude as condições para entender como poderá lidar com a negociação.

  • Financiamento de carro

Na hora de assumir o financiamento de um carro, não deixe de conferir todas as informações sobre o antigo dono do veículo. Isso porque, podem existir multas e impostos atrasados. 

Do mesmo modo, é preciso tomar cuidado com acordos verbais. Inclusive, para evitar que o novo dono faça o pagamento das parcelas, sem transferir as dívidas. É preciso ter um contrato com valor, guardando recibos. 

Nesse momento, mantenha a tranquilidade, por mais que esteja animado com a compra. Antes de tudo, é fundamental avaliar todos os detalhes e até mesmo tirar dúvidas com pessoas que já passaram pelo mesmo. 

Converse com o antigo dono do carro, confira o número de parcelas e conheça o banco responsável pela negociação. 

  • Financiamento de imóvel

Já na hora de assumir o financiamento de um imóvel, não deixe de conferir com o banco responsável se ele permite que haja a troca entre donos. Inclusive, é preciso pedir a permissão para dar continuidade ao processo. 

Outro ponto importante diz respeito aos valores. As partes envolvidas, vendedor e comprador, podem negociar como desejam arcar com a compra, desde os valores até as condições de pagamento. 

Mas claro, sempre é necessário providenciar um contrato para manter tudo em ordem. Por fim, não se esqueça de checar detalhes como os custos de transferência, os impostos, vistorias e com processos no cartório. 

Cuidados que se deve tomar em assumir um financiamento

Antes de assumir qualquer compromisso com um financiamento, você deve tomar cuidado com alguns detalhes. Para começar, é preciso verificar se não existem pendências envolvendo aquele bem e transação feita. 

Logo, procure por informações sobre atrasos de impostos, multas ou algo do tipo. Em seguida, avalie com cuidado todas as informações sobre a negociação, os valores e taxas envolvidas. 

Por fim, evite acordos verbais e procure oficializar tudo por meio de contratos. Não se esqueça de manter os comprovantes de pagamentos e documentos importantes nesse processo. 

Assumir um financiamento nunca pode ser por acordo verbal

Evitar um acordo verbal é algo essencial para quem deseja arrumar um financiamento. Afinal, sem um contrato ou qualquer tipo de documento que comprove o combine, vários problemas podem surgir. 

Por exemplo, apenas um acordo verbal não é algo legalmente aceito pela financeira. Assim, caso haja problemas com o pagamento, haverá cobranças e até mesmo ações judiciais envolvendo o nome do vendedor. 

assumir o financiamento de casa ou carro

Ou mesmo se um comprador deixar de pagar parcelas, não garantindo o que foi combinado, o banco não aceitará essa pessoa como responsável. Afinal, não existe um documento que comprove a sua responsabilidade, como novo dono do bem. 

Como o combinado não está garantido legalmente, qualquer detalhe pode se desdobrar em problemas maiores. 

Conclusão

Agora você já entende como assumir um financiamento é uma opção para adquirir um bem desejado. Mas assim como qualquer outro tipo de transação, é preciso avaliar todas as vantagens e desvantagens envolvidas. 

E claro, é fundamental tomar cuidado com negociações que envolvem acordos verbais, uma vez que é preciso ter documentos para garantir a total segurança do processo. 

Assim como é necessário avaliar todas as informações sobre o financiamento, para escolher algo que seja positivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.