micropagamentos com criptomoedas
Finanças Utilitários

Criptomoedas e Micropagamentos: Uma Combinação Perfeita

Já ouviu falar nos micropagamentos com criptomoedas? A nova tecnologia possui potencial para mudar o segmento de transações a longo prazo, com diversas vantagens para toda a indústria.

Nesse sentido, é interessante não só saber o que são micropagamentos, mas também sua funcionalidade, principais benefícios e quais problemas tem o poder de solucionar. Assim, continue lendo para saber sobre tudo isso e muito mais.

O que são Micropagamentos e quais são seus Benefícios?

Hoje em dia, é comum fazer pagamentos online de poucos reais ou até mesmo de alguns centavos. Seja comprando um aplicativo na App Store ou um ebook na Amazon, essas transações de valores mínimos são os micropagamentos.

processamento de criptomoedas

Em transferências financeiras tradicionais, como transações bancárias ou pagamentos via cartão de crédito, é comum existir um limite mínimo. Isso ocorre devido aos custos das operações financeiras.

Como foi dito anteriormente, os micropagamentos possibilitaram superar esse problema e realizar pagamentos de valores mínimos, mesmo sem utilizar dinheiro real. Com isso, a acessibilidade a diferentes produtos, serviços e, principalmente, a recursos financeiros se tornou muito maior.

Todavia, os micropagamentos ainda não atingiram seu ápice, já que mesmo ainda há um custo significativo para grande parte das transferências financeiras. Assim, como ultrapassar essa barreira? Através das criptomoedas, como falaremos adiante.

Criptomoedas e Micropagamentos: Uma Combinação Ideal

Há diversas vantagens no uso de micropagamentos com criptomoedas. Para facilitar o entendimento, vamos listá-las logo abaixo:

  • Não exige intermediários: bancos, operadoras de cartões de crédito ou até carteiras digitais podem ser dispensadas quando o usuário sabe utilizar criptomoedas
  • Agilidade: Por usar um sistema otimizado, uma transferência com criptomoedas é praticamente imediata, principalmente em valores mínimos;
  • Segurança: atualmente, poucas tecnologias são tão seguras quanto o blockchain. Aliás, o protocolo é constamente aprimorado para proteger ainda mais as trocas de dados, além de diminuir custos energéticos e o tempo de processamento.

Como as Criptomoedas Facilitam Os Micropagamentos

Reforçando as informações apresentadas anteriormente, a principal vantagem do uso de criptomoedas é o menor custo imbuído em cada operação, tanto para o usuário final como para as instituições financeiras.

Segundo Netta Korin, consultora financeira e fundadora de grandes grupos financeiros, esse custo pode até mesmo ser menor do que as moedas tradicionais permitem. Como assim?

processamento de pagamento criptomoedas

Usando o real como exemplo, a menor transação possível usando a moeda é de R$0,01, ou um centavo de real. Já, por exemplo, no Bitcoin, um Satoshi, termo usado para a menor

Isso traz uma verdadeira revolução nos micropagamentos. Por exemplo, imagine serviços de investimento que, anteriormente, exigiam um valor de saque mínimo consideravelmente elevado.

Com as criptomoedas, isso deixa de ser um problema. Clientes ou até empresas poderão ter acesso muito mais rápido a recursos financeiros, realocando-os também com bastante agilidade.

Onde os Micropagamentos podem ser úteis?

Até agora, as vantagens e utilidades do micropagamento com criptomoedas mostradas são bem abstratas. Talvez seja complicado visualizar como tal tecnologia é útil para o usuário padrão, que não transaciona milhões por segundo.

Felizmente, há sim muitas aplicações práticas, que serão mostradas a seguir.

Jogos e Mundo Virtual

Em jogos online e serviços de metaverso, os micropagamentos já são uma realidade. Milhões de transações são feitas a todo instante, o que não seria possível sem esse tipo de recurso.

Inclusive, atrações como Counter-Striker: Global Offensive, há literalmente mercados bilionários apenas de itens virtuais, que chegam a valer menos que um centavo.

indústria dos jogos online

Tais vantagens se aplicam de forma ainda melhor no segmento iGaming, ou seja, nos cassinos online. Anteriormente, um dos principais problemas que muitos usuários enfrentavam eram os limites mínimos elevados para usar tais serviços.

Isso dificultava para quem possui poucos recursos financeiros. Também, não há cassinos online sediados no Brasil, o que exigia transferências internacionais e com câmbio estrangeiro. Com isso, os micropagamentos resolveram a questão dos valores: passou a ser possível apostar centavos ou até menos que isso.

Aliás, um novo segmento na área de iGaming tem utilizado tais tecnologias até mesmo em seus jogos: são os cripto-cassinos, plataformas focadas em jogos de casino online com bitcoin ou outras moedas.

Doação e Caridade

Como doar para um país que nem mesmo possui um sistema financeiro sólido? Por exemplo, locais em situação de guerra ou em forte crise humanitária podem sofrer com hiper-inflação, embargos ou dificultar o acesso da população à moeda local.

Nesse sentido, as criptomoedas podem ser utilizadas para o envio de doações, sem custos e sem o risco de fraudes por intermediários. Inclusive, muitas instituições filantrópicas possuem canais de recebimento por meio de Bitcoins, Ethereum e mais.

Também, o sistema de pagamento facilita a caridade. Por exemplo, imagine que 0,001% de todas as transações de uma grande loja online seja doado. Pode parecer um número pequeno em uma única venda, mas torna-se algo considerável ao somar milhares delas.

Criadores de Conteúdo

Um dos principais problemas de artistas nas plataformas digitais é o recebimento de royalties, os valores pagos por direitos autorais.

Apenas como ilustração, imagine que um músico receba 0,0003 centavos toda vez que alguém escuta uma obra sua. Todavia, com os métodos de pagamento tradicionais, ele só consegue ter acesso ao acumular um valor muito mais alto que isso.

E-commerce

Se tem uma área em que micropagamentos foram uma verdadeira revolução, essa área é o comércio virtual. Basta retornar 30 anos ao passado e analisar quão complicado era adquirir qualquer item ou serviço de baixo valor.

taxa de conversão em seu e-commerce

Assim, comprar uma música, adquirir o acesso a uma notícia ou até fazer compras de pequenos objetos se tornou possível com um clique. Ainda, segundo pesquisas do Pymnts em conjunto com o BitPay, criptomoedas podem ter um custo de 1% para os comerciantes, em contraste com taxas de até 3,5% de outras formas de pagamento. Ou seja, é vantajoso para ambas as partes: clientes e comerciantes.

Assinaturas

Nem todos os serviços de assinaturas mensais custam dezenas ou centenas de reais. Por exemplo, revistas virtuais, newsletters e blogs com paywall costumam cobrar taxas bem baixas para que seus acessos tenham acesso ao conteúdo.

Trabalhos de Freelancer

Taxa de carteiras digitais, taxas de plataformas de trabalhos, taxas para serviços contábeis… taxas, taxas e mais taxas. Por anos, os freelancers sofreram com um alto custo operacional, o que inviabilizava o exercício de atividades individuais em vários segmentos.

As criptomoedas possuem o poder de acabar com isso. Por serem seguras, rápidas e de fácil uso, facilitam e diminuem bastante as questões acima. Fora isso, permitem que trabalhos de menor valor sejam feitos ainda de forma lucrativa.

Mesmo para o empreendedor ou cidadão que não é freelancer, os criptoativos podem facilitar vários processos. Por exemplo, sabia que eles podem ser usados para pagamento de impostos no Brasil?

Propaganda Online

Nesse segmento, aplica-se a mesma lógica dos criadores virtuais. Ou seja, é uma área que envolve valores muito baixos, geralmente na casa das centenas ou milésimos abaixo de um centavo. Sem micropagamentos, seria impossível não só ter lucros com esse tipo de

Quais projetos focam em resolver os dilemas dos Micropagamentos?

Para se aprofundar na área de micropagamentos, é interessante conhecer as principais criptomoedas usadas no mercado. Hoje em dia, são esses os projetos que se destacam:

  • Bitcoin: a primeira criptomoeda descentralizada, utiliza o sistema Lightning para distribuir as transações e permitir os micropagamentos sem participação de intermediários;
  • Ethereum: utilizada não só como criptomoeda, também é útil para outras funções, como os “contratos inteligentes”. Além disso, utilizar várias camadas de redes para agilizar as transações e permitir a transferência de valores muito altos ou baixos;
  • Nano: criptomoeda que não usa blockchain, usando um sistema denomidado DAC. Ainda, não possui taxas de uso, pois não exige mineração. Também é uma das mais rápidas em transferências e com as menores frações de unidade;
  • Tron: criptomoeda voltada para o mundo do entretenimento. Todavia, passa por algumas dúvidas no mercado e exige um certo cuidado em relação a seu futuro;
  • Stellar: focada no acesso democrático a recursos financeiros, foi distribuída gratuitamente em seu início;
  • Celo: Com objetivos semelhantes a Stellar, a Celo também se propõe a diminuir o custo energético envolvido em gerar novas moedas, além de funcionar melhor em celulares.

Vale ressaltar que também há várias outras moedas e projetos que utilizam blockchain.

ganhar dinheiro com a tecnologia de blockchain

O Futuro dos Micropagamentos com Criptoativos

Com o presente explorado, é importante finalizar esse artigo com uma perspectiva do futuro. Assim, os micropagamentos são uma realidade no sistema financeiro atual, possibilitando uma infinidade de transações.

Todavia, ainda há muito a se evoluir, principalmente quando as criptomoedas forem adotadas de forma mais profunda. Sua tecnologia permite aprimorar os micropagamentos de diferentes formas e pode moldar a interação financeira de toda a sociedade.

Claro, há alguns obstáculos que precisam ser superados. O maior deles é tornar os criptoativos ainda mais acessíveis para o usuário-médio.

A regulamentação também é um desafio. Afinal, com a proposta de diminuir a burocracia e intervenção de terceiros, criar leis para o uso de criptomoedas é extremamente complexo.

Por isso, fique atento a novidades desse mercado e atualizações nas tecnologias relacionadas a criptomoedas e micropagamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.