fortnite thanos - Empresas finalmente percebem o potencial de marketing dos games.
Atualidades Games

Empresas finalmente percebem o potencial de marketing dos games.

Com os e-sports, novas maneiras de monetizar os games estão surgindo, e se antigamente os desenvolvedores dependiam exclusivamente das vendas do jogo, hoje em dia eles precisam se concentrar cada vez mais em um único aspecto: garantir que o jogo é divertido e popular. Felizmente, isso já era uma parte essencial do processo de criação de um game, e focar nestes aspectos não é nenhum problema para a maioria dos desenvolvedores.

Mas, o motivo pelo qual é tão importante que games sejam populares é que as maneiras de monetizar os jogos são cada vez mais criativas. A banda Weezer, por exemplo, recentemente criou um mapa temático dentro do jogo Fortnite. A ideia é que os jogadores possam escutar 4 músicas do novo álbum, intitulado “Black Album”, e tenham acesso à diversos mini-games dentro do parque criado.

O mapa foi lançado durante a nova temporada e os jogadores podem adquirir um passe de batalha, por 950 V-Bucks, para conseguir recompensas, que são itens cosméticos digitais, relacionadas à banda Weezer.


Sucesso dos e-sports como plataforma de marketing.

Não é algo novo: os e-sports vieram para ficar, empresas de equipamentos eletrônicos e tecnológicos investem milhões em equipes e campeonatos anualmente justamente pensando no retorno que isso garante no longo termo. Ligas profissionais são formadas e elas contam com patrocinadores que, em alguns casos, sequer estão relacionados diretamente com os e-sports, mas a visibilidade do negócio os atraiu.

No Brasil, a Gillette está atuando de maneira forte no cenário de League of Legends. A empresa lançou, recentemente, o primeiro reality show do ramo com vários jovens e adolescentes que sonhavam em ser jogadores profissionais. O programa foi um sucesso e seis jovens promessas foram incorporadas às equipes da PaiN e da INTZ. Atualmente, existe outro programa também feito pela Gillette acompanhando a trajetória destes atletas, é o “Path to Pro”, que acompanha o dia a dia dos jogadores dentro das novas equipes.

E não é só a Gillette, outras empresas, notoriamente as de apostas, também investem no ramo. A MiBR, equipe brasileira de CS:GO é patrocinada por um site de apostas, e vários destes sites permitem que o jogador aposte nas partidas dos mais diversos e-sports. Muitos ainda não sabem, mas as apostas esportivas de cota fixa foram recentemente legalizadas no país e várias empresas já oferecem o serviço no Brasil. E, se você é do tipo que gosta de jogos interativos e em 3D, então você também pode usar o aplicativo do Vera&John Cassino, que conta com vários games competitivos mas que são levemente distintos dos jogos tradicionalmente encontrados nos cassinos.

games

Outros eventos já foram promovidos nos games.

O evento da banda Weezer é algo diferente no ramo, afinal de contas não é comum a criação de um mapa em um jogo para a divulgação de algo. Mas esta não é a primeira vez em que algo é divulgado dentro do jogo Fortnite. Este ano tivemos, por exemplo, a apresentação do DJ Marshmello ao vivo no game.

Toda uma estrutura foi montada: O DJ contou com um palco posicionado próximo do Pleasant Park e os jogadores receberam uma skin exclusiva para seus personagens. As plataformas de streaming, como a gigante Twitch, tiveram números altíssimos de visualizações ao longo do evento que contou com a participação de vários jogadores no palco e nos arredores.

Hoje já é possível encontrar o filme “Vingadores: Guerra Infinita” em algumas plataformas de streaming. Mas no ano passado, quando o mesmo ainda estava nos cinemas, a Epic Games também fez uma parceria com a Marvel para divulgação do filme. O evento tinha como objetivo colocar o vilão, Thanos, dentro do jogo e foi outro sucesso. Chamado de “Infinity Gauntlet Limited Time Mashup”, o evento tinha como objetivo encontrar a Manopla do Infinito dentro do jogo, quem conseguia tal proeza, tinha habilidades especiais e se transformava no próprio vilão dentro do jogo.

A ideia foi dos diretores do filme, Joe e Anthony Russo, que são fãs do game. Eles entraram em contato com Donald Mustard, diretor criativo da Epic e ele, naturalmente, aceitou a ideia e trabalhou em sugestões que se encaixavam no game. Com tantos eventos de sucesso acontecendo com o auxílio dos games, é só uma questão de tempo até que novos eventos reais sejam divulgados nas telinhas virtuais.

Luis Carlos Sá
Formado em Análise de Sistemas, blogueiro e um apaixonado por tecnologia.
http://www.infotecblog.com.br/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.