Melhorar o Ensino a Distância
Cursos Dicas

7 dicas para melhorar seu aprendizado no ensino a distância.

O ensino a distância se popularizou muito nos últimos anos, mas se tornou especialmente necessário no período de pandemia que estamos vivendo.

Na verdade, o famoso EAD já era uma tendência, e a perspectiva era de que cada vez mais pessoas adotassem essa modalidade. Isso porque a internet banda larga abriu novos horizontes para a sociedade.

É possível trabalhar a distância, assim como estudar, o que torna essa opção parte do mundo moderno ao qual estamos inseridos.

Tudo ficou mais fácil, por exemplo, as pessoas não precisam mais frequentar as bibliotecas para realizar seus trabalhos escolares e acadêmicos. Está tudo na palma da mão, bastando uma rápida pesquisa pelo Google.

Apesar de toda essa facilidade, o ensino presencial não trouxe muitas novidades, e sua metodologia continua intacta: um professor que ensina determinada disciplina para os alunos.

O EAD, como também o chamamos o ensino online, traz outra proposta de aprendizagem, bem como novos desafios para professores e alunos.

Os docentes precisam saber como prender a atenção do aluno, enquanto este precisa absorver o conteúdo fora da sala de aula.

Trata-se de uma dificuldade para muitas pessoas, por isso, neste artigo, vamos falar sobre o que é ensino a distância e dar algumas dicas para melhorar seu aprendizado nessa modalidade de ensino. Acompanhe!

ensino a distância

O que é ensino a distância?

O ensino ou educação a distância (EAD), é uma alternativa de estudos que não necessariamente necessita da sala de aula para se concretizar.

É um tipo mais comum em universidades, mas, atualmente, também é possível encontrar diferentes cursos nessa modalidade, além de ter sido adotado pelas escolas temporariamente, em razão do isolamento social, consequência do Covid-19.

Antigamente, o ensino a distância era muito procurado por pessoas que trabalhavam fora, como funcionários de uma fabricante de moleskine capa mole, por conta da flexibilidade de horário.

Esse público enxergou no EAD a possibilidade de fazer um curso superior e conseguir novas oportunidades no mercado de trabalho. Por isso, há um tempo atrás, era mais frequentado por pessoas mais velhas, de 30 a 50 anos.

Hoje em dia isso mudou, e o ensino a distância tornou-se uma opção também de alunos mais jovens e que ainda não estão inseridos no mercado de trabalho.

Por não exigir a presença da pessoa no polo da instituição, ela consegue se dedicar a outros cursos como os de idioma, ter mais tempo para procurar uma vaga de emprego e assumir outras tarefas em seu cotidiano.

Analisando essa realidade, podemos concluir que o EAD se popularizou por permitir que os alunos tenham mais tempo para si e para outros compromissos, uma vez que não exige a presença física deles em sala de aula.

Basta ter acesso à internet e vontade de aprender, além de um pouco de organização. Só que nem sempre é fácil, o que faz muita gente cair do cavalo.

A educação a distância exige uma vida organizada, o que inclui uma agenda personalizada logo para montar um cronograma, muita disciplina e comprometimento. Mas será que só isso é o suficiente?

No próximo tópico, reunimos as principais dicas para ajudar você a aproveitar melhor o seu aprendizado a distância e absorver o conteúdo. Confira!


Dicas para melhorar a aprendizagem

Uma coisa é fato: quem escolhe estudar a distância, geralmente, tem outras responsabilidades ao longo do dia. Então, por mais que essa pessoa tenha facilidade em aprender, ela pode ter baixo desempenho nos estudos EAD.

Independentemente de ser um profissional que trabalhe o dia todo em uma escola particular integral ou uma pessoa que precise apenas se dedicar aos estudos, algumas dicas para melhorar o aprendizado a distância são:

ensino a distância

1. Seja bastante organizado

A organização é fundamental no EAD, e cabe ao aluno organizar seus dias, semanas e meses se quiser absorver as informações e ser mais produtivo.

Ele não terá o privilégio de estar em uma cabine de estudo individual, logo precisa anotar todas as tarefas e encaixá-las na rotina. Para isso, pode usar agendas, planilhas, gerenciadores de tarefas, cronogramas, calendários etc.

Todas as anotações devem ficar em um local de fácil acesso para que possam ser consultadas sempre que for necessário.


2. Elabore um cronograma

O cronograma, como mencionamos no tópico anterior, é uma estratégia infalível que ajuda a organizar a rotina como um todo, incluindo os estudos e demais tarefas do dia a dia. Ele só não funciona para quem não se propõe a segui-lo.

Uma dica é separar um tempo para cada matéria, incluindo aulas e exercícios. Separe um horário fixo para os estudos, pois além de organizar melhor os seus dias, permite que o seu corpo e o seu cérebro se acostumem com a nova rotina.


3. Estabeleça suas prioridades

Para complementar a organização, você pode criar uma lista de prioridades. Ela não deve incluir apenas o que precisa ser feito, mas também a urgência e importância de cada tarefa.

Obviamente, é necessário priorizar as mais importantes e urgentes, no entanto, é preciso cuidado para não procrastinar as restantes.

Não existe uma regra específica para criar essa lista, pois depende de cada um e é um aprendizado que se aprimora com o tempo.

Comece da maneira que achar melhor e, ao longo do tempo, você fará ajustes conforme forem necessários. Você pode guardar essa lista em um porta celular acrílico junto com o aparelho, para tê-la sempre em mãos.


4. Seja disciplinado

É comum as pessoas acreditarem que os cursos a distância são mais fáceis do que os cursos presenciais, o que não é verdade.

Você não precisa estar na sala de aula todos os dias, mas vai precisar ser duas vezes mais disciplinado e organizado para aprender o conteúdo.

A falta de comprometimento tem consequências bem ruins, como a reprovação. Desse modo, o ideal é considerar o ensino a distância se você realmente tem um perfil:

  • Organizado;
  • Comprometido;
  • Realista;
  • Focado;
  • Esforçado.

Pessoas que saem muito desses pré-requisitos precisam estar atentas e nunca cair na história de que estudar em casa é mais fácil, porque não é.

ensino a distância

5. Seja mais focado

De nada adianta preparar tudo, como ir atrás de uma assistência técnica desktop para potencializar o funcionamento do computador, se você não tem foco e disciplina.

O aluno não precisa ir até o campus e é isso o que o faz perder o foco e deixar tudo para depois. É preciso ter determinação para ir bem nos estudos, uma vez que você estará assumindo um compromisso que não pode ser deixado de lado.

Algumas dicas para se manter fiel à sua escolha é avaliar tudo o que pode te desconcentrar, como a internet e redes sociais, bem como a presença de muitas pessoas ao redor.

São atitudes que ajustam seu dia a dia que tornarão a rotina de estudos mais focada e organizada, melhorando o seu aproveitamento.


6. Estabeleça metas e objetivos

Para ter um bom rendimento é crucial estabelecer metas. Quando não temos um ideal a ser conquistado, fica difícil se organizar.

Por outro lado, se você sabe onde quer chegar, sabe quais são as ações necessárias para isso. Não considere apenas objetivos de longo prazo, como concluir o curso, mas também terminar um bimestre de maneira satisfatória, cumprir todas as atividades etc.

Por exemplo, se você quer instalar sonorização de ambientes residenciais, vai estabelecer metas que te levem até o seu objetivo, como guardar dinheiro, por exemplo.

As metas trazem mais motivação, daí a importância de estabelecê-las para que você finalmente chegue ao seu objetivo.


7. Busque um ambiente de estudos adequado

Estudar em casa não é sinônimo de se jogar no sofá para assistir aula enquanto sua mãe assiste à novela. Você não tem a sala de aula para ajudar a manter a sua concentração, por isso, precisa de um ambiente adequado aos seus estudos.

Ele precisa ser tranquilo, bem iluminado e que favoreça a sua postura. Isso significa uma mesa e uma cadeira de boa altura que sejam confortáveis.

Você não precisa comprar móveis de escritório nem nada do tipo, basta que seja uma mobília que não prejudique a sua coluna.

Se quiser, pode deixar o ambiente mais descontraído, usando adesivos de parede feitos por uma confecção de adesivos personalizados.

Essa estrutura vai ajudar o seu cérebro a se concentrar melhor e você terá mais vontade de aprender o conteúdo passado.


Conclusão

Os cursos EAD exigem mais dos alunos, mas é possível aproveitá-los e ter um excelente rendimento com um pouco de esforço.

Não é preciso ser um gênio ou deixar a vida toda de lado até a faculdade acabar. Seguindo as nossas dicas, com certeza você vai aproveitar muito mais esse período.

Ademais, com um pouco de organização, fazer um curso a distância se reflete em uma opção agradável e que no futuro te beneficiará de muitas maneiras.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


One thought on “7 dicas para melhorar seu aprendizado no ensino a distância.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.