Liberação da margem do consignado
Dicas Finanças

Como ter liberação de margem do consignado?

Muitas pessoas desejam contratar um empréstimo consignado, porém, precisam da liberação da margem do consignado para efetuar o novo empréstimo. 

Mas, o que é a margem do consignado e será que existe como fazer a liberação da margem do consignado? Quais são as opções para isso? Vamos te dar todos os detalhes sobre esse assunto nesse artigo, confira! 

O que é margem do consignado? 

A margem do empréstimo consignado é determinada pela lei n.º10.820 de 17 de dezembro de 2003, a qual determina que exista um teto calculado sobre o salário ou benefícios previdenciários líquidos, de 35% que pode ser comprometido com esse tipo de empréstimo. 

Desses 35%, 30% poderá ser com empréstimos e 5% com cartão de crédito. 

Vamos a um exemplo prático. Se uma pessoa tem um salário líquido de R$ 2 mil, então sua margem para consignados é de R$ 600 e ela também pode comprometer R$ 100 para o cartão de crédito. 

Desses valores máximos, ela pode fazer quantos empréstimos consignados desejar, contanto que esses valores máximos sejam respeitados. 

Ou seja, ela pode ter dois empréstimos de R$ 300, ou um de R$500 e outro de R$100 de valor de parcela. 

Assim, a soma das parcelas não pode ultrapassar o valor máximo, determinado pela margem. 

Contratar empréstimo de crédito pré-aprovado

Portanto, não se pode ultrapassar essa margem, conforme determinado por lei. Porém, em 2022, houve a promulgação de outra lei, que aumentou a margem do consignado. 

Atualmente, a margem do empréstimo consignado está em 40%. E se antes, somente servidores públicos ou aposentados podiam ter esse benefício, ele foi estendido também para outras categorias de trabalhadores. 

Aposentados pelo INSS, por exemplo, podem ter vigentes até 10 empréstimos, mas ainda assim, a margem deve ser respeitada. 

Porém, muitas instituições bancárias ainda trabalham com os 30% da margem do consignado, que é o valor trabalhado antes da pandemia. 

No momento, cidadãos que recebem pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC), pela Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS) e os que participam do Programa Auxílio Brasil também terão acesso ao empréstimo consignado, caso optem por essa forma de crédito. 

Como aumentar a margem do consignado? 

Então, é importante saber que a margem é determinada pelos seus empréstimos anteriores e quanto isso já comprometeu seu holerite ou folha de pagamento de benefícios. 

Mas, existem algumas formas de você conseguir liberar espaço na sua margem, já trabalhando com os empréstimos que já possui. Como assim? 

solicitar empréstimo online

Pense que se você já atingiu o valor máximo permitido pela margem, a única maneira de conseguir aumentar essa margem é modificando os empréstimos que você já possui. Assim, você terá um espaço, na margem, para novos empréstimos. 

Vamos ver algumas maneiras que os atuais empréstimos podem ser alterados. 

  • Refinanciamento 

Essa possibilidade funciona para quem já pagou uma quantia de um empréstimo e ainda há um saldo a quitar. Ou seja, o banco fará a seguinte estratégia: vai abater o valor pago e então, vai refinanciar o que falta. 

Como o valor refinanciado é menor que o valor inicialmente contratado, esse valor pode ser dividido em mais parcelas, fazendo com que o valor da parcela seja menor. 

E quanto menor o valor da parcela, mais margem fica livre. 

Portanto, o refinanciamento pode ser uma boa opção. Mas, para isso, você precisa entrar em contato com o banco ou a instituição financeira e ver se há possibilidade de refinanciamento

Geralmente, o refinanciamento só está disponível para quem já pagou entre 15% a 30% do montante inicial com interesse em pegar outro empréstimo com a mesma instituição financeira. 

  • Portabilidade 

A portabilidade é quando você transfere seu empréstimo de uma instituição para outra. A nova instituição quita o seu empréstimo com a instituição anterior e a partir daquele momento, você terá um empréstimo consignado com outro banco, nas novas condições. 

Melhores Bancos Digitais

No caso da portabilidade, não há mudança no valor inicialmente emprestado, nem no prazo, esses itens permanecem iguais. Mas, as taxas de juros podem mudar, alterando o valor da parcela. 

Com isso, você também pode ganhar um respiro na margem, abrindo espaço para outros empréstimos. 

  • Quitar empréstimos antigos 

Outra forma de ter liberação na margem do consignado é quitar algum empréstimo que você já tenha de forma antecipada, pagando o que é devido, de uma vez, sem esperar as parcelas vencerem. 

O Código de Defesa do Consumidor permite que você antecipe o pagamento. Isso é, de fato, um direito de todo tomador de empréstimo. 

Então, se você recebeu um dinheiro inesperado ou uma restituição do imposto de renda, por exemplo, uma boa saída é quitar algum empréstimo mais antigo, para ter liberação na margem do consignado

Com essas possibilidades, você pode escolher qual cabe melhor para seu perfil e assim, executá-la para conseguir a liberação da margem do consignado que deseja, para tornar-se apto a obter um novo empréstimo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.